Sábado, 14 de Agosto de 2004

E tudo era possível

Na minha juventude antes de ter saído
de casa de meus pais disposto a viajar
eu conhecia já o rebentar do mar
das páginas dos livros que já tinha lido.


Chegava o mês de Maio, em tudo florido
o rolo das manhãs punha-se a circular
e era só ouvir o sonhador falar
da vida como se ela houvesse acontecido.


E tudo se passava numa outra vida
e havia para as coisas sempre uma saída.
Quando foi isso? Eu próprio não sei dizer.


Só sei que tinha o poder de uma criança,
entre as coisas e mim havia vizinhança
e tudo era possível era só querer...




Ruy Belo
publicado por lique às 21:55
link do post | quer comentar? | favorito
|
15 comentários:
De Anónimo a 15 de Agosto de 2004 às 20:14
AMIGOS: fim de semana, temos preguiça e poesia dos grandes autores. Tentei esta semana que os dois posts tivessem algo de ligação à infância, à juventude e às lembranças que dela temos. Vocês todos ajudaram muito. Beijinhos e uma boa noite de domingo.lique
</a>
(mailto:lique2@sapo.pt)
De Anónimo a 15 de Agosto de 2004 às 19:41
É na nossa Juventude que nós descobrimos todas estas capacidades mágicas.
Bonito post
Felicidades ************angeliser
(http://www.poetaslunares.blogs.sapo.pt)
(mailto:angeliser@wolfheart.org)
De Anónimo a 15 de Agosto de 2004 às 18:43
O tempo pode ser mais curto ,mas muitas vezes é melhor quando já não se é criança.Nem todas as memorias de infância são assim tão gratificantes ;)annie hall
(http://www.outsider.weblog.com.pt)
(mailto:monte_pensamentos@hotmail.com)
De Anónimo a 15 de Agosto de 2004 às 18:33
A magia da infância, em que tudo é possível, por isso é benéfico regressar às suas memórias de vez em quando. Retempera, revigoriza a capacidade de sonhar...ainda.moriana
(http://moriana.blogspot.com)
(mailto:musalia7@hotmail.com)
De Anónimo a 15 de Agosto de 2004 às 16:37
Pedido Urgente:
Por favor não insistam em ir a
http://comediageral.blogs.sapo.pt/
Obrigado!comediageral
(http://comediageral.blogs.sapo.pt/)
(mailto:comediageral@sapo.pt)
De Anónimo a 15 de Agosto de 2004 às 15:58
entre fazer e refazer de malas, passo para te deixar um abraço. O outro "sul" agradece o carinho ;-)**adesse
(http://sulanorte.blogs.sapo.pt e http://sulparati.weblog.com.pt)
(mailto:adesse@sapo.pt)
De Anónimo a 15 de Agosto de 2004 às 11:01
E apetece-me dizer: "fui ao jardim da Celeste giro flé flé flá/o que foste lá fazer? giroflé flé flé flá/fui buscar um'flor prá Lique giroflé giroflá!já está!seilá...
(http://indeciso.blogs.sapo.pt)
(mailto:feet1@sapo.pt)
De Anónimo a 15 de Agosto de 2004 às 10:48
Lique, - «e tudo "era" possível "era" só querer...» - Bons tempos. Belo poema, excelente critério de escolha, como sempre e não me surpreende. Beijo... tenho estado a pensar que no dia em que sonhaste eu participei num sonho... coincidência, naturalmente. Outro beijo, hoje é «sábado», sabias claro?! Ainda, um terceiro beijo, acordei muito beijoqueiro e tocou-te «sofrer» as consequências. Sorry. SeeU, Wish.
Wish
(http://ositiodocostume@pato.xt)
(mailto:WishUwereHere2004@sapo.pt)
De Anónimo a 15 de Agosto de 2004 às 10:47
Quando novos tudo nos parece possivel...e tão facilmente...temos o apoio de quem mais tarde a pouco e pouco nos vai deixando de apoiar. Ai, temos de ser nós proprios a lutar por tudo...enfim...por vezes sentimo-nos sós.Tiegas
(http://naturalezamuerta.blogs.sapo.pt)
(mailto:rui_claudio_dias@sapo.pt)
De Anónimo a 15 de Agosto de 2004 às 10:40
Mas "tudo" ainda é possível... é só querer :-) Beijoinconformada
(http://palavrasapenas.blogs.sapo.pt)
(mailto:inconformada@sapo.pt)

Comentar post