Terça-feira, 10 de Agosto de 2004

Um desconhecido no meu sonho

199709-2401-lg.jpg


Não sei quem és nem como conseguiste entrar no meu sonho. Não te dei licença mas, afinal, os sonhos são mesmo assim. Sem lógica, involuntários e sem consequências (?).
Não consigo descrever-te, o teu rosto está sempre desfocado e tenho a impressão que caminhas à beira de um qualquer rio... ou lago? Apareces vindo da bruma, imagem esfumada pairando à minha volta, num estranho delírio em que voamos sobre campos, rios, mares em nada semelhantes ao mundo real. Oiço a tua voz murmurar palavras suaves que atravessam o silêncio. Quando te vais, as palavras ficam comigo. E ontem, na tua visita sonhada, deixaste comigo um pequeno nada que talvez tenhas esquecido. Ou talvez tenhas querido deixar-me aquele pequeno presente: um grama de ilusão.
publicado por lique às 21:52
link do post | quer comentar? | favorito
|
38 comentários:
De Anónimo a 13 de Agosto de 2004 às 19:49
xicobramao: eh pá, estava com uma tal bezana que nem me lembro de ti. Mas vou ver se te conheço, talvez este fim de semana!:))Bjs lique
</a>
(mailto:lique2@sapo.pt)
De Anónimo a 13 de Agosto de 2004 às 18:46
... esse gajo era eu... o xico... não te lembras da garrafa de bom scotch que vertemos os dois naquele belissimo bar das docas?... eu também me fartei de ver nevoeiros até chegar acasa... de qq forma aqui vai um xi di xico...xicoabramao
(http://putadevidaesta.blogs.sapo.pt/)
(mailto:xicoabramao@sapo.pt)
De Anónimo a 12 de Agosto de 2004 às 09:48
Dora: só tu! Uma fantasia à volta de Montgomery Clift... Já vi que temos referências cinéfilas semelhantes ( Brando, Monty). Os rebeldes sem causa. Falta só o que deu o nome à geração, o eterno menino revoltado: James Dean, de quem eu já vi os filmes vezes sem conta.
Uma fantasia dessas seria linda, Dora... :) Beijinhoslique
</a>
(mailto:lique2@sapo.pt)
De Anónimo a 12 de Agosto de 2004 às 00:10
Esse desconhecido pode ser um anjo, uma reminiscência dos verdes anos, uma fantasia à volta de Montgomery Clift...Deve ser lindo quando ele te visita :-)Dora
(http://levementerotico.blogs.sapo.pt)
(mailto:ledamadrugada@yahoo.com)
De Anónimo a 11 de Agosto de 2004 às 21:29
Loba: somando grama a grama, talvez tenhamos ilusão que dê para ganhar corpo. Beijoslique
</a>
(mailto:lique2@sapo.pt)
De Anónimo a 11 de Agosto de 2004 às 21:19
Fiquei lendo seu texto e me sentindo dentro dele. Qtas vezes não nos vemos dentro de nebulosas ilusões,né? Mas os sonhos tb nos fazem e gramas de ilusão podem tecer um belo tapete! Belíssimo texto! BeijoLoba
</a>
(mailto:lobamulher@uol.com.br)
De Anónimo a 11 de Agosto de 2004 às 19:51
Yardbird: já disse à Maria, não sei se este sonho volta. Mas os sonhos fazem sempre parte da minha vida. Beijoslique
</a>
(mailto:lique2@sapo.pt)
De Anónimo a 11 de Agosto de 2004 às 19:31
Que hoje te deixe outra grama. E assim se perfaz uma vida :) Bjsyardbird
(http://novosvoos.blogspot.com)
(mailto:yardbird25@netcabo.pt)
De Anónimo a 11 de Agosto de 2004 às 19:25
maat: e que presente, amiga! Pelo sonho avançamos. beijinhoslique
</a>
(mailto:lique2@sapo.pt)
De Anónimo a 11 de Agosto de 2004 às 19:15
a ilusão é apenas um presente do infinito!

noite boa.

bjs.maat7
(http://ardeoazul.blogs.sapo.pt)
(mailto:maat7@sapo.pt)

Comentar post