Sábado, 31 de Julho de 2004

Morte ardente

fogo.jpg


Na cidade do verão
pairam corvos de desgraça
Nuvens cor da terra cinza
avançam trazendo a nova
da agonia das gentes
do terror da morte ardente
choros de vidas despojadas
da matéria arrancadas
sem sonho de recomeço

Por cima da litania
Cavalgando nuvens plúmbeas
Ferindo de morte a alma
Ouve-se o grito das árvores!
publicado por lique às 19:13
link do post | quer comentar? | favorito
|
48 comentários:
De Anónimo a 1 de Agosto de 2004 às 23:51
TCA: olá, que bom falar contigo de novo! Quanto às notícias, há que haver força para denunciar isto. Alguma coisa tem mesmo que ser feita! Bjslique
</a>
(mailto:lique2@sapo.pt)
De Anónimo a 1 de Agosto de 2004 às 23:47
José Duarte: Olá,meu amigo! Eu chego, tu estás quase a partir. Se tiveres o "bichinho dos blogs" contigo, vai-te apetecer pôr cá qualquer coisa. :) Beijoslique
</a>
(mailto:lique2@sapo.pt)
De Anónimo a 1 de Agosto de 2004 às 23:45
Yardbird: olá, os teus voos também te trouxeram de volta! Saudades de ti, também. Beijolique
</a>
(mailto:lique2@sapo.pt)
De Anónimo a 1 de Agosto de 2004 às 23:43
Almaro: essa senhora, actriz de corpo inteiro, nasceu na mesma terra que eu. Por isso e não só, conheço bem o seu trabalho e sobretudo, claro, "As árvores morrem de pé". Sabes que a tua visão de regeneração deu-me alguma paz. Vista a questão dessa forma, tudo renascerá algum dia, desde que a semente fique. Mas pode renascer muito diferente! E terá algo a ver com a vida como a conhecemos ou idealizamos? A tua última frase é bela demais! Um abraçolique
</a>
(mailto:lique2@sapo.pt)
De Anónimo a 1 de Agosto de 2004 às 23:39
seja bem-vinda :)
(as notícias é que são gritantes como tu choras)TCA
(http://riscos.blogs.sapo.pt)
(mailto:alvestc@sapo.pt)
De Anónimo a 1 de Agosto de 2004 às 23:36
José Gomes: Olá amigo! Vi, aí nos teus outros comentários que estavas muito desanimado. É bom falar contigo outra vez e é suposto animar-te... Mas as férias deram-me descanso mas pouco ânimo para enfrentar este país e as suas desgraças. Uma crescente revolta,isso sim! Beijoslique
</a>
(mailto:lique2@sapo.pt)
De Anónimo a 1 de Agosto de 2004 às 23:33
Adesse: minha amiga, entendo bem esse teu desânimo porque as férias também não mo tiraram. Algo está mesmo podre no reino de Portugal... Beijinhoslique
</a>
(mailto:lique2@sapo.pt)
De Anónimo a 1 de Agosto de 2004 às 23:31
Don Badalo: Olá,meu amigo! Bom saber de ti! É, as árvores também se abatem e todos nós perdemos um pouco ou "um muito" para além das desgraças que as notícias exploram. Beijoslique
</a>
(mailto:lique2@sapo.pt)
De Anónimo a 1 de Agosto de 2004 às 23:28
Sonia: olá amiga! Tens razão, nada muda, nada se faz, nada se resolve. E ano após ano, perdemos mais riqueza que é de todos. beijinhoslique
</a>
(mailto:lique2@sapo.pt)
De Anónimo a 1 de Agosto de 2004 às 23:23
M.P.: amiga, o assunto é mesmo tristemente triste!!! E não é que não entrevemos solução? Tristeza... Beijinhoslique
</a>
(mailto:lique2@sapo.pt)

Comentar post