Terça-feira, 13 de Julho de 2004

Colocação de professores

Pede-me a Wind, que por aqui costuma comentar e não tem blog, que eu dê voz a um problema que diz respeito à colocação dos professores. Como não sou professora, a minha informação é escassa, mas penso que haverá, entre os que por aqui passam quem tenha informação adicional. O que vos peço é que discutam o assunto entre vós. O espaço está à vossa disposição. Passo a transcrever a informação que a Wind me passou:


“Em Fevereiro, houve pela primeira vez concurso para a colocação de professores, referente a todos os ciclos, correspondendo a uma modificação nos quadros de colocação, passando a existir o Quadro de Zona Pedagógica para quem pertencia ao Quadro Distrital de Vinculação e o Quadro de Escola para os professores efectivos. Houve também a criação de agrupamentos de escolas (escolas do 1º ciclo de uma mesma zona ficam sob a alçada de uma escola do 2º e 3º ciclos).
Em Maio saíram os primeiros resultados provisórios e todos estão lembrados da quantidade de erros que as listas tinham (foi até assunto falado na Comunicação Social por uns dias). Houve milhares de reclamações e em princípios do mês passado saíram novas listas, ainda com centenas de erros. Após as respectivas reclamações ficou a ideia de que as listas sairiam definitivamente no início de Julho, para dar tempo a tratar da papelada inerente.
Os maiores problemas começam aqui, pois se os professores não sabem onde são colocados, não sabem a que agrupamento pertencem e não há hipótese da “escola-polo”, chamemos-lhe assim, processar vencimentos de pessoas que ainda não têm colocação definida. O mais provável é que esses professores vão ficar sem pagamento, pelo menos no mês de Setembro.
Aparentemente os Sindicatos estão a trabalhar no assunto mas não têm conseguido nada (o que não é de espantar, os ministérios estão mais ou menos paralisados).”


Por favor quem tiver alguma informação sobre este assunto, comente aqui e fale com a Wind e os outros afectados pela situação.
publicado por lique às 21:27
link do post | quer comentar? | favorito
|
28 comentários:
De Anónimo a 15 de Julho de 2004 às 01:03
Floreca, infelizmente não ameaça, a colocação vai ser mesmo mais tarde...e tens razão há milhentas coisas que as pessoas não sabem.wind
</a>
(mailto:sagit_126@hotmail.com)
De Anónimo a 15 de Julho de 2004 às 00:55
A situação dos professores é muito mais complicada que muita gente sequer imagina. Felizmente, sou efectiva onde quero há muitos anos, mas vejo pelos colegas que passam pela escola onde estou. Para mais, sou eu que faço os horários na escola; já no ano passado a colocação foi mais tarde que o costume, este ano ameaça ser bem pior! O Ministério esquece que sem os professores colocados e os horários feitos, as escolas não podem arrancar... fora milhentas outras coisas...floreca
(http://floreca.blogs.sapo.pt)
(mailto:a_floreca@hotmail.com)
De Anónimo a 14 de Julho de 2004 às 23:23
Orca, já me questionei sobre isso também. De facto estás muito dentro desta realidade. Muito obrigada pelas tuas palavras:)wind
</a>
(mailto:sagit_126@hotmail.com)
De Anónimo a 14 de Julho de 2004 às 23:14
Em 1º lugar uma saudação à lique por mais este exercício solidário e democrático em relação à questão colocada pela Wind. Vá lá, deixem-se de merdas, que as palavras não estão tão desgastadas como isso e existem para serem aplicadas nos reais contextos. É assim: solidariedade e democracia!
Depois (e sempre) a sacrossanta questão dos professores. Sou pai e vivo com uma professora, excelente condição para me dar alguns créditos na matéria. Enquanto cidadão tenho a sensação que passo a vida a subsidiar o ministério. A minha companheira há 29 anos que não tem poiso certo enquanto professora e desses, os primeiros 17 como professora provisória. Esta situação, não rara no país, por si só, representa um atestado da mais inominosa vergonha a todos os ministérios de educação pós-25 de Abril (e não só, que o mal já vinha de trás...). Hoje em dia, assiste-se apenas ao culminar sequencial desta infrene bandalheira. Não me irei alongar mais. Deixaria apenas uma questão: de que estão à espera os sindicatos e outras forças vivas (estarão?...) deste país para levar estas questões ponderosas do ensino em Portugal aos tribunais comunitários, mas com responsabilização directa de cada ministro que pelo ministério se vai passeando?
OrCa
(http://sete-mares.blogspot.com)
(mailto:jorcas@netcabo.pt)
De Anónimo a 14 de Julho de 2004 às 21:45
Só hoje me foi possível colaborar neste debate. Ontem não consegui aceder aos comentários. Junto esta nota, retirada do 'EDUCARE':
«Ao contrário do que estava previsto, as listas definitivas do concurso de docentes 2004/2005 não irão sair amanhã - a garantia foi dada ao final desta tarde por uma fonte da Direcção-Geral dos Recursos Humanos da Educação. Mais não se sabe, não tendo sido sequer adiantada outra data para a publicação das listas. O impasse mantém-se.
Como vem sendo hábito, logo que as listas sejam conhecidas, o EDUCARE.PT enviará uma notificação a todos os seus utilizadores registados.»
Tudo piora! Será que esta espécie rara, de ministro, vai continuar? Para populista também nunca lhe faltou nada...
Ardelua
(http://ternaeanoite.blogs.sapo.pt)
(mailto:Ardelua@sapo.pt)
De Anónimo a 14 de Julho de 2004 às 21:39
Que lindas férias que se terão em Agosto. Toda a gente a pensar como será em Setembro. E os pais das crianças, vão "cair" em cima de quem? Isso ninguém fala. Tal como ninguém fala que o estado pagou milhares de euros à empresa que fez em computador a borrada da saída das primeiras listas. Ninguém fala muita coisa...!wind
</a>
(mailto:sagit_126@hotmail.com)
De Anónimo a 14 de Julho de 2004 às 20:56
Aqui o sindicalista agradece....
</a>
(mailto:...@sapo.pt)
De Anónimo a 14 de Julho de 2004 às 20:38
O Santana irá anunciar os ministros...wind
</a>
(mailto:sagit_126@hotmail.com)
De Anónimo a 14 de Julho de 2004 às 20:35
Pois... nem sei se já temos Ministro da Educação...Temos?
O professor é como o cigano: sempre em deslocação e tratado em conformidade....
</a>
(mailto:...@sapo.pt)
De Anónimo a 14 de Julho de 2004 às 20:31
Obrigada. Se só concorremos em Setembro, quando começam as aulas? E voltamos ao mesmo: não recebemos o mês de Setembro, porque tem de se legalizar a papelada nos agrupamentos...wind
</a>
(mailto:sagit_126@hotmail.com)

Comentar post