Quarta-feira, 9 de Junho de 2004

Ilusões

A propósito do post do poema de Miguel Torga “Plateia” e de um comentário que lá fiz a Encandescente publicou no Fachadas Preversas o belíssimo poema Ilusões . Também lá está uma bela homenagem a um homem que morreu, pois toda a morte se deve lamentar e respeitar.
publicado por lique às 22:43
link do post | quer comentar? | favorito
|
3 comentários:
De Anónimo a 10 de Junho de 2004 às 19:22
Outra convergência: já agradeci, lá mais abaixo, o relembrares-me o poema do Torga. Depois, decidi imprimi-lo e, como era dia de Poesia Vadia na Livraria Ler Devagar (4ª feira), disse-o à noite, em homenagem explícita ao Prof. Sousa Franco à comunidade presente.
Teremos, assim, estado com os espíritos bem próximos... (sem o sabermos?...) OrCa
(http://sete-mares.blogspot.com)
(mailto:jorcas@netcabo.pt)
De Anónimo a 10 de Junho de 2004 às 15:18
Li os dois posts, o teu e o da encandescente e na altura os comentei. Mas quanto ao Profesor há de lamentar a sua morte pela maneira como foi. Beijos:)**wind
</a>
(mailto:cruzi@netcabo.pt)
De Anónimo a 10 de Junho de 2004 às 09:32
respeite-se então o grande senhor... e todos os outros. TCA
(http://riscos.blogs.sapo.pt)
(mailto:alvestc@sapo.pt)

Comentar post