Quarta-feira, 2 de Junho de 2004

Aceitam um café?

coffee-cup.gif

Faz amanhã três meses que abri este espaço. Não vou fazer estatísticas nem balanços esquisitos. Quero apenas dizer que tem sido uma experiência muito gratificante, não só pela descoberta de pedaços desconhecidos de mim mas sobretudo pelo contributo e pelas palavras enriquecedoras dos que por aqui passam. Para acabar com a lamechice e para vos agradecer, o post de hoje é a repeticão de um texto já aqui publicado nos primeiros tempos desta aventura . E é um pretexto para vos convidar para tomar um café (repito: o texto fala de café...).

Café



Primeiro sinto o aroma
Perfume conhecido, confortável
E ao mesmo tempo excitante
Como o perfume de um amante
Numa relação já estabelecida

Depois vem a urgência
De sentir o sabor
Beijo sabido e desejado
Doçura amarga que desperta
Sentidos adormecidos

E saboreio lentamente
Deixando durar o prazer
Até que só resta em mim
Aquele sabor tão antigo
Que põe no ar da manhã
Um convite para viver

publicado por lique às 18:48
link do post | quer comentar? | favorito
|
28 comentários:
De Anónimo a 3 de Junho de 2004 às 20:25
E, cansada como estou,nada melhor que um café em tão boa companhia. Beijo grato.adesse
(http://sulanorte.blogs.sapo.pt)
(mailto:skuld_m@hotmail.com)
De Anónimo a 3 de Junho de 2004 às 18:15
Hoje, ao contrário do que é costume, não vou agradecer a cada um. Todos trouxeram a sua contribuição e a sua amizade. E eu agradeço a todos essa amizade que têm demonstrado sempre. Beijinhos a todos.lique
</a>
(mailto:lique2@sapo.pt)
De Anónimo a 3 de Junho de 2004 às 17:49
depois da leitura, adorei o teu blog, posso oferecer-te esta dança?

aqui vai......../
Como se demora em mim /
o calor dos sonhos /
nas memórias deixadas/ pelos´sábios /
searas de flores/
plantadas em honra do jardim /
nascida na orla dos teus lábios /

E estende-se pelos vales /
o fulgor da primavera /
no verde adocicado /
do lírio e do jasmim /
Ai! há quanto tempo que não era /
o perfume do meu prado
tão intenso assim... /

Saõ álamos de prata /
a bordejar a ribeira /
que corre na campina. /
São os acordes da sonata /
as uvas da videira /
quais seios de varina.... /

São os ventos quentes da mudança /
essa rede rubra e feminina /
que cá dentro acorda /
e dança.....dança.....lique

parabêns lique

um beijo

eterea
</a>
(mailto:etereamente@sapo.pt)
De Anónimo a 3 de Junho de 2004 às 15:18
Quem bom café!Partebilhas d'Évora
</a>
(mailto:partebilhas@sapo.pt)
De Anónimo a 3 de Junho de 2004 às 15:15
Aceito! Os meus parabéns, pelo aniversário do Blog, É um espaço adorável... Maria
(http://coisassimples.blogs.sapo.pt)
(mailto:branco_maria@hotmail.com)
De Anónimo a 3 de Junho de 2004 às 12:03
devo ser a frequentadora mais recente do teu blog lique, vou aceitar o café e ler-te.
abraçoeterea
</a>
(mailto:etereamente@sapo.pt)
De Anónimo a 3 de Junho de 2004 às 10:49
Eu aceito Lique, tomar os belos cafés que nos colocas à disposição, aqui na tua esplanada.Zeus
(http://blogdezeus.blogs.sapo.pt/)
(mailto:z_olimpo@sapo.pt)
De Anónimo a 3 de Junho de 2004 às 02:33
Olá Lique. Obrigada pelo café, pelo poema e em especial pela tua presença nos blogs. Um beijinhogrilinha
(http://grilinha.blogs.sapo.pt)
(mailto:grila@netcabo.pt)
De Anónimo a 3 de Junho de 2004 às 02:29
aceito o café.
obrigada. que bom poder ter a tua companhia,e o belo aroma dos teus posts.

deixo-te o ar da madrugada.

bjs,

maat7maat7
(http://)
(mailto:maat7t@sapo.pt)
De Anónimo a 3 de Junho de 2004 às 00:36
O teu cantinho tem uma ambiência bonita, de "bistrot"
onde se escutam notas de piano e um cantor negro, de olhar lânguido, evoca uma apaixonada que o aguarda numa aldeia perto de Atlanta...pronto, eu paro aqui a minha novela :-). Parabéns pelo trimestre, este é um dos sítios que mais prazer me dá visitar. Beijinhos.Dora
(http://levementerotico.blogs.sapo.pt/)
(mailto:ledamadrugada@yahoo.com)

Comentar post