Domingo, 18 de Abril de 2004

Intervalo para ir ao "Fundo do mar"

artea.jpg


No fundo do mar há brancos pavores,
Onde as plantas são animais
E os animais são flores.

Mundo silencioso que não atinge
A agitação das ondas.
Abrem-se rindo conchas redondas,
Baloiça o cavalo-marinho.
Um polvo avança
No desalinho
Dos seus mil braços,
Uma flor dança,
Sem ruído vibram os espaços.

Sobre a areia o tempo poisa
Leve como um lenço.

Mas por mais bela que seja cada coisa
Tem um monstro em si suspenso.




Sophia de Mello Breyner Andresen, Poesia

publicado por lique às 18:28
link do post | quer comentar? | favorito
|
23 comentários:
De Anónimo a 19 de Abril de 2004 às 12:37
desta vez gostava só de te dizer o nome de um blog, chama-se http://www.falatura.blogspot.com e começou prai há 3 dias mas eu acho q está optimo e acho q se calhar tb vais gostar
beijokaxmargarida
</a>
(mailto:margarida@hotmail.com)
De Anónimo a 19 de Abril de 2004 às 12:29
Analfabeto: é lindo o poema e apetece mesmo deixarmo-nos ir assim ao fundo do mar, ver se encontramos os monstros! Bjslique
(http://mulher50a60.blogs.sapo.pt)
(mailto:lique2@sapo.pt)
De Anónimo a 19 de Abril de 2004 às 12:28
Porquinho: correcto, como sempre. Um poema da Sophia preenche-nos, deleita-nos e põe-nos a pensar. Isto é realmente uma sessão completa! Bjs. Boa semana!lique
(http://mulher50a60.blogs.sapo.pt)
(mailto:lique2@sapo.pt)
De Anónimo a 19 de Abril de 2004 às 12:26
Adoro este poema, a tua foto, reforça o sentimento expressado nele. Adorei...analfabeto
(http://analfabetosexual.blogs.sapo.pt)
(mailto:pp@sapo.pt)
De Anónimo a 19 de Abril de 2004 às 12:25
Partebilhas: obrigada pelo comentário e mais uma vez bem-vindo(a) aqui a este espaço! Bjslique
(http://mulher50a60.blogs.sapo.pt)
(mailto:lique2@sapo.pt)
De Anónimo a 19 de Abril de 2004 às 12:17
...um poema da Sophia não é um intervalo; é antes uma sessão completa de bom gosto cultural. Bjs e inté!porquinho da india
(http://bertoblog.blogs.sapos.pt)
(mailto:baconfrancis@netcabo.pt)
De Anónimo a 19 de Abril de 2004 às 11:51
lique gostava de saber que mal te fiz. Obrigada, está descansada que não te comento mais, percebi que me ignoras, mas não sei porquê. Fica bem e sê feliz.wind
</a>
(mailto:cruzi@netcabo.pt)
De Anónimo a 19 de Abril de 2004 às 11:21
Gostei. Tal como sempre, muito bem escolhido.Partebilhas d'Évora
</a>
(mailto:partebilhas@sapo.pt)
De Anónimo a 19 de Abril de 2004 às 11:14
Encandescente: bom dia! Como podias tu com a sensibilidade que revelas não gostar da Sophia? Há um som próprio nas palavras dela e sempre algo que nos leva a lugares da alma onde já estivemos. Beijinhos. Boa semana!lique
(http://mulher50a60.blogs.sapo.pt)
(mailto:lique2@sapo.pt)
De Anónimo a 19 de Abril de 2004 às 11:11
Ofélia: bem-vinda e obrigada pelas tuas palavras. Qualquer apreciador da Sophia é bem recebido aqui:) Volta sempre. Boa semana!lique
(http://mulher50a60.blogs.sapo.pt)
(mailto:lique2@sapo.pt)

Comentar post