Quinta-feira, 1 de Abril de 2004

Do amor - enamoramento

amor1.jpg


O amor, quando se revela,
Não se sabe revelar
Sabe bem olhar p'ra ela,
Mas não se lhe sabe falar.

Quem quer dizer o que sente
Não sabe o que há-de dizer.
Fala...parece que mente...
Cala...parece esquecer...

Ah, mas se ela adivinhasse,
Se pudesse ouvir o olhar,
E se um olhar lhe bastasse
P'ra saber que a estão a amar!

Mas quem sente muito, cala
Quem quer dizer quanto sente
Fica sem alma, nem fala,
Fica só, inteiramente!

Mas se isto puder contar-lhe
O que não lhe ouso contar,
Já não terei que falar-lhe
Porque lhe estou a falar...


Fernando Pessoa, Poesias inéditas



Origem da imagem






publicado por lique às 08:33
link do post | quer comentar? | favorito
|
5 comentários:
De Anónimo a 7 de Maio de 2004 às 11:02
Belissimos trabalhos de lique, continua.antonieta paulo
</a>
(mailto:antonietapaulo@mail~.pt)
De Anónimo a 2 de Abril de 2004 às 09:49
Xzip: todos passamos por momentos assim, é verdade! Mas não vale mais a pena falar e arriscar? Ou será preferível viver de sonhos e nunca saber como poderia ter sido? Bjslique
(http://mulher50a60.blogs.sapo.pt)
(mailto:lique2@sapo.pt)
De Anónimo a 1 de Abril de 2004 às 22:30
É lindo este poema, e cheio daquelas verdades que todos sabemos, mas apesar disso, continuamos sem conseguir dizer "amo-te". Realmente se os olhos falassem... :)Xzip
(http://bluedream.blogs.sapo.pt)
(mailto:jpft2001@sapo.pt)
De Anónimo a 1 de Abril de 2004 às 21:09
Mis: verdade, minha amiga! Em cheio, como sempre. Pessoa e a sua atitude no amor... aqui num aparente jogo de palavras inocente de alguém que se apaixona, platonicamente, claro...Bjslique
(http://mulher50a60.blogs.sapo.pt)
(mailto:lique2@sapo.pt)
De Anónimo a 1 de Abril de 2004 às 19:42
E assim temos nós a maneira como o Pessoa nunca teve coragem de "amar" com pernas e braços... e mais uma confissão, não de impotência, mas de puro MEDO! Nem te digo nada sobre estas escolhas... isto está um mimo! Volto, volto! E que imagens! :))**** Mais chá, aqui a inocência, quer é mais cházinho deste! Gracias!misogena
(http://www.inocencia.blogs.sapo.pt)
(mailto:misogena@sapo.pt)

Comentar post