Segunda-feira, 22 de Março de 2004

O feio tão belo...

grooming2.jpg

"...É uma mulher grossa
e no côncavo do corpo
fala línguas
sem sentido.Deixou secar os coentros
a salsa
e a hortelã.Chama-se cão
e ladra à lua.Vive atada
às chamas que a consomem."

Mulher Cão (sobre um quadro de Paula Rego)

(José Fanha , in Marinheiro de outras luas)

"Pinto para dar um rosto ao medo" , Paula Rego
publicado por lique às 17:25
link do post | quer comentar? | favorito
|
7 comentários:
De Anónimo a 23 de Março de 2004 às 17:50
Olá porquinho. Bem vindo cá a casa! É perfeitamente compreensível a atitude da pintora, em termos de optar por outro país para viver. Afinal que diabo de política cultural temos nós tido ao longo destes não sei quantos governos? Quanto aos temas que aborda, cito-te uma frase que encontrei num blog (http://radio.weblogs.com) "We all have fears that we buried long ago. It's alright, they can stay forgotten. Unless you let Paula take you there..." . Volta sempre. Um abraçolique
(http://mulher50a60.blogs.sapo.pt)
(mailto:lique2@sapo.pt)
De Anónimo a 23 de Março de 2004 às 15:50
Viva Lique! A Paula Rego é uma mulher que percebeu (a tempo) duas coisas muito importantes: que uma carreira em qualquer àrea da cultura será sempre muito melhor entendida e apoiada num país como a Inglaterra, do que na nossa santa terrinha e que os proventos também, embora muito purista (que não pode ser artista) contrarie com a teoria de que quem pactua com o capital, vende a alma ,e a arte, ao diabo. E come o quê? pergunto eu muito ingénuamente?!
Posto isto, que é importante para demarcar a posição da Paula, face ao país onde nasceu, direi que ela é uma mulher "com as coisas todas no sítio", porque a temática geral do seu trabalho, desafia arrogante e corajosamente o meio das artes plásticas onde os temas (pela crueza e violência) que ela desenvolve são, habitualmente trabalhados...pelos homens. Parabéns à Paula e a ti também, por postares uma imagem do seu trabalho. Um abraço. porquinho da india
(http://bertoblog.blogs.sapo.pt)
(mailto:baconfrancis@netcabo.pt)
De Anónimo a 23 de Março de 2004 às 15:18
Oh Lique, minha amiga...de pintura também percebo muito pouco, ou me fala à sensibilidade, ou não!
Agora os rios da Babilónia...esses, já cá chegaram: estou em transe com o que li e postei hoje... mas olha que se eu desaparecer de repente,não te admires, pois já devo estar seguida como suspeita de alguma coisa por causa dos meus posts sobre o Medio Oriente! hihihihi, alguém me há-de lá levar tabaquinho, espero!:))
A Paula Rego... pois gosto! Pessoa sem "papas no pincel", é cá das minhas! Fica bem, relaxa dessas reuniões...também as tenho e só não fujo quando não posso, ufaaaa! Beijinhos, inté mais!:))***misogena
(http://www.inocencia.blogs.sapo.pt)
(mailto:misogena@sapo.pt)
De Anónimo a 23 de Março de 2004 às 15:00
Olá Mis, só agora te posso responder, tu estiveste com o teu amor (a isso chamo eu tempo bem empregue) e eu deitei-me cedo porque tinha uma reunião chata como tudo, esta manhã. Só me livrei agora. Agora se o medo é uma mulher,pois se calhar para alguns é! Sabes que eu descobri a Paula Rego uma vez em que estava na Gulbenkian para um Congresso qualquer (já não me lembra de quê ) e entrei numa sala de exposições. E lá estavam os quadros dela, uma agressão visual tão poderosa, uma tal beleza da fealdade que fiquei ali tempos infindos, a olhar...Eu não sou muito conhecedora de pintura e para mim é assim: gosto ou não gosto! E depois procuro as minhas razões para gostar ou não gostar. E dela gosto. Tenho que ir visitar-te (ainda não tive tempo), para ver como vamos com os rios da Babilónia. :))*** lique
(http://mulher50a60.blogs.sapo.pt)
(mailto:lique2@sapo.pt)
De Anónimo a 23 de Março de 2004 às 03:28
O Fanha, Lique!:)) Oh Mulher que maravilha...já vou dormir melhor e já me chamam também, hihi! Apenas uma beijoca de boas noites e mais um elogio por quem cá mostras...vale mesmo a pena via cá! Obrigada pelo teu comentário no meu Canto da Diáspora...;))) Oh como tu me percebes... e o medo...é uma mulher? De acordo com a religião católica sim... as bruxas, a caça às mesmas...ai,ai,ai! Ficava aqui toda a noite em divagações! Boa noite, amiga, beijinhos:))**misogena
(http://www.inocencia.blogs.sapo.pt)
(mailto:misogena@sapo.pt)
De Anónimo a 22 de Março de 2004 às 23:19
Luis: Obrigada pelo comentário. Bom para si se não sabe o que é o medo, só os traumas e os sonhos. De qualquer forma a frase é da Paula Rego, não minha. Eu só acho que a frase dela tem tudo a ver com os seus quadros, estes da série Mulher-Cão e muitos outros. E Luis,isto como piada, olhe que se você concordasse com a explicação dela, teria que ter muito "bago" para lhe comprar uma tela...lique
(http://mulher50a60.blogs.sapo.pt)
(mailto:lique2@sapo.pt)
De Anónimo a 22 de Março de 2004 às 19:25
Paula Rego quando me conseguir explicar o que é o medo através de um desenho ou de uma pintura, diga-me porque se eu concordar compro-lhe a tela.
Há muitos psicólogos e nomeadamente psicanalistas que não sabem o que é o medo, dizendo mesmo que o medo não existe. Existem os traumas,os sonhos etc, agora medo o que é?Luis Silva
(http://luissilva.blogs.sapo.pt)
(mailto:luisantoniosilva@iol.pt)

Comentar post

sobre mim

pesquisar

 

outras palavras minhas

palavras recentes

Passeando na blogoesfera....

O Beijo

Reinvenção do mundo

de impossibilidades

Fixação

Ritual do silêncio

Poema à mãe

Azul, azul...

Ecos de Abril...

Desencanto

palavras guardadas

Dezembro 2007

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

blogs SAPO

subscrever feeds