Quinta-feira, 4 de Março de 2004

Fazer 55 anos

Vagamente acordamos com a sensação de que bem mais de metade da nossa vida já se foi (meia idade, uma ova...). Lembramo-nos da forma semi-respeitosa, semi desdenhosa como os jovens nos tratam e interrogamo-nos como é que tudo isto mudou em tão pouco tempo. Parece-nos que ainda "ontem" éramos nós os jovens e no fundo, por dentro, ainda não nos sentimos velhas. Ainda activas, acordadas, interessadas na vida! Como gerir tudo isto? A primeira ideia é :tenho que aproveitar a minha vida, pensar só em mim. Mas existem as correntes que nos prendem: filhos, pais... Comprimidas entre o passado e o futuro, vamos lá ver se damos a volta por cima. Por agora, a angústia impera.
publicado por lique às 10:30
link do post | quer comentar? | favorito
|
4 comentários:
De Anónimo a 9 de Março de 2004 às 21:59
Obrigada Lobão, grilinha, raxel pelos vossos comentários que são uma espécie de boas vindas. Isto já vai um pouco atrasado, mas é devido. Já visitei o blog do Lobão (ou será quim?) e prometo passear pelos outros. Falamo-nos em breve.lique
(http://mulher50a60.blogs.sapo.pt)
(mailto:lique2@sapo.pt)
De Anónimo a 4 de Março de 2004 às 13:45
Apesar de ser um blog para as pessoas dos 50, enquanto mulher e jovem de 18 anos, não resisti a deixar o meu comentário. Acredito que haja jovens que não dão valor a todas as pessoas que compõem a nossa sociedade. No entanto, eu aclamo de pé todos aqueles que aceitam o devir dos tempos, que vivem harmoniosamente com aqueles traços a que chamam rugas, mais ainda se essas pessoas conciliam uma vida profissional, com o trabalho doméstico, e no final do dia ainda têm tempo o para dar aquele carinho especial aos filhos.
O meu muito obrigada a essas pessoas, por me fazerem acreditar que somos jovens enquanto assim nos sentirmos.
PS: pensem numa bela maneira de festejar o dia 8 (dia da Mulher)!!!raxel
(http://especiarias.blogs.sapo.pt)
(mailto:RGinger@sapo.pt)
De Anónimo a 4 de Março de 2004 às 12:13
Mulher dos 55. A mim ainda me faltam alguns para lá chegar mas já sinto o peso das rugas a chegar ehehe. Como diz o Lobo "aproveita o tempo que tens pela frente". Temos o saber e a vivência do passado que nos são muito úteis. Um beijinho e Parabénsgrilinha
(http://grilinha.blogs.sapo.pt)
(mailto:fgrila@yahoo.com.br)
De Anónimo a 4 de Março de 2004 às 11:36
...ohohoh...foi com essa idade (55) que eu me tornei no homem mais feliz; foi nessa idade que eu encontrei o amor-verdade; foi nessa idade que tudo mudou na minha vida...hoje, com mais 3, já não estou como estava mas ainda estou vivo para viver como nunca havia vivido antes dos 55... Por isso, não tenhas medo... aproveita porque ainda "temos" muito tempo à nossa frente; e eu estou-me marimbando para o que dizem e pensam os jovens; o que eu sei é que sei coisas que eles não sabem e que já vivi coisas que eles ainda não viveram e que eles não sabem se viverão... :)lobão
(http://lobices.blogs.sapo.pt)
(mailto:q@sapo.pt)

Comentar post

sobre mim

pesquisar

 

outras palavras minhas

palavras recentes

Passeando na blogoesfera....

O Beijo

Reinvenção do mundo

de impossibilidades

Fixação

Ritual do silêncio

Poema à mãe

Azul, azul...

Ecos de Abril...

Desencanto

palavras guardadas

Dezembro 2007

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

blogs SAPO

subscrever feeds