Terça-feira, 1 de Fevereiro de 2005

Que seja então o silêncio!

Não sei de onde vem esta mágoa. Fundo, fundo, dentro de mim, há um lamento em surdina. Uma tristeza que não consegue exprimir-se em água nos meus olhos. Um nó atado no meu peito.
Palavras não consolam, as palavras podem ser afagos ou espadas. Por vezes, até são as duas coisas. Então cale-se tudo à minha volta! Ninguém me fale de amor ou de amizade. Ninguém me diga que amanhã será diferente. Eu sei que a mágoa partirá quando eu permitir que parta. Quando eu desfizer o nó.
publicado por lique às 20:10
link do post | quer comentar? | favorito
|
6 comentários:
De Anónimo a 3 de Fevereiro de 2005 às 13:01
Como dizia Dalai Lama existem dois dias na vida em que nada pode ser feito: Esses dias são o ontém e o amanhã. O Ontém porque já morreu e o Amanhã porque nuncca morre,portanto o dia em que tudo pode ser feito, amar, apaixonar, marcar pontos na vida, viver é o dia de hoje. Marca o teu Ponto Também porque não tarda nada a vida termina e tudo aquilo que querias fazer culminará na dor daqueles que nos viram viver, sofrer e morrer. A vida são só 3 dias. Dois já passaram, restanos viver cada dia de cada vez e não pensar . Desejo te as maiores felicidades para este teu canto e espero visitas. by:blu_soulblu_soul
(http://loverias.blogs.sapo.pt)
(mailto:Dhilan@sapo.pt)
De Anónimo a 3 de Fevereiro de 2005 às 12:49
Descobei agora este "cantinho" tão íntimo e estas palavras tão tristes, entristeceram-me, também o meu coração. Que o sorriso seja completo nesse coração de menina-mulher. A luta com o nosso "eu" é uma forma de nos ajudar a vencer. Tantas lutas tenho, numa "gaiola dourada" onde estou encerrada. Quantas vezes tenho vontade de me libertar e, depois penso... E depois... a minha alma como ficará...?

Abraço, doce Amiga. Que a mágoa deixe para sempre o teu coração.menina_marota
(http://eternamentemenina.blogs.sapo.pt/)
(mailto:menina_marota@sapo.pt)
De Anónimo a 2 de Fevereiro de 2005 às 19:34
Às vezes é preciso uma certa clausura...pedevento
(http://pedevento.blogs.sapo.pt)
(mailto:mardapalha@sapo.pt)
De Anónimo a 2 de Fevereiro de 2005 às 19:24
Ninguem, por mais forte que seja consegue fazer frente ao destino que Deus lhe deu.Porém, pensa que a vida é linda e a espera nem sempre é vã...........acredita no amanhã.! Bjsdocerebelde
(http://Docerebelde.blogs.sapo.pt)
(mailto:DoceRebelde@hotmail.pt)
De Anónimo a 2 de Fevereiro de 2005 às 16:57
quando desfizeres o nó ou, talvez, quando apertares o laço (digo eu, não sei...)

caet
</a>
(mailto:akisko@sapo.pt)
De Anónimo a 2 de Fevereiro de 2005 às 00:09
Pronto...ok...até parece que te ouvi a mandar-me calar também...Posso ao menos dizer que convém não dares muuita confiança a esses sentimentos? É que eles têm tendência para se instalarem mesmo de malas e bagagens...(beijo grande!)MWoman
(http://devaneio.blogs.sapo.pt/)
(mailto:MWoman@sapo.pt)

Comentar post