Quarta-feira, 17 de Março de 2004

A Paixão de Cristo

Cedi à curiosidade e fui ver. Não quero ofender ninguém com este post, mas na realidade não consegui chegar a entender o que pretende Mel Gibson provar. Mostrar a verdade? Mas qual verdade? Neste assunto, a verdade é matéria de fé e como tal deve ser mostrada. Ou seja, deve ser fiel à mensagem cristã e fazê-la passar. Ou não, se alguém quiser fazer um filme que defenda o contrário! Este é um filme brutal e, embora as palavras de perdão estejam na boca de Cristo, não há ali nenhum perdão da parte de quem o realizou. É isso que as imagens dizem: não há perdão.
Do ponto de vista meramente cinematográfico não me parece em nada um grande filme. Tem aqui e ali momentos de boa fotografia (ainda que a escorregar para os clichés mais darks da arte sacra), embora a cor vermelha seja tanta que se sobrepõe a tudo o resto. A história é obviamente conhecida e não me parece que, a não ser pela violência, haja qualquer abordagem original. Tanta polémica sobre o anti-semitismo vem de onde? A mim parece-me que os judeus são retratados como os únicos a quem Cristo ameaçava em termos de poder (queriam lá os romanos saber de mais um profeta naquelas terras longínquas!). E esse é o ponto de vista habitual dos filmes sobre este tema. Que foram os judeus que o entregaram também é consensual, em termos de leitura dos Evangelhos. Então?? Já nem valerá a pena falar daquele fim, eu não consigo imaginar Cristo a ressuscitar e caminhar nu para…onde? A ressurreição também é matéria de fé e como tal…deve passar a mensagem espiritual. E talvez ao escrever isto eu tenha chegado ao que me chocou, a mim que nem costumo impressionar-me nada com filmes violentos. Não consegui encontrar mensagem espiritual neste filme. Só vi sangue e carne esfacelada e talvez isso me tenha embotado os sentidos. Ou talvez a mensagem não exista ou não seja essa. O extremismo católico talvez leve ao que eu disse no início: não há perdão. E isso não é afinal renegar o sacrifício redentor e transformá-lo tão somente numa carnificina?
publicado por lique às 17:05
link do post | favorito
De Anónimo a 21 de Março de 2004 às 17:37
Na minha opinião a mensagem do filme é mesmo o perdão, fui ver o filme e aquilo que me chocou foi haver perdão para tamanha tortura! Para mim a mensagem é mesmo esse perdão eterno que só existe no coração D'aquele que a todos ama de igual modomendes
</a>
(mailto:mendests@sapo.pt)
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.